Este documento, recebido por seu bisavô, é uma das muitas relíquias que resgata, para Anna Luiza Berchon des Essarts Sampaio Quinto di Cameli, atual proprietária da Estância da Gruta, a tradição familiar. É um dos muitos que teve o cuidado de conservar catalogados e que merecem figurar publicados, como registros da história de nosso Estado.

 

Situada próxima da cidade de Pelotas, numa região outrora denominada Capão Florido, hoje atende pela designação de Pavão, pertencente ao distrito do Capão do Leão. Lá assentam as terras da sesmaria, compreendidas entre os rios Contrabandista e Piratini que recebeu em 1777, o sargento-Mor Roberto Roiz, que as veio a transferir a seu genro, o Barão de Jaguari, Domingos de Castro Antiquera.

 

Setenta e um anos após, Antonio José Gonçalves Chaves, poderoso charqueador pelotense, viajado, era um homem adiantado para a época. Adquiriu a sesmaria dos descendentes de Roiz em 1848. Nela, uma das herdeiras, de nome Bernardina, fez edificar, em 1853 a sede da atual Estância da Gruta, na qual persistem até hoje as características originais rigorosamente conservadas, desde as paredes de 60 centímetros feitas de adobe até as aberturas, em que os próprios vidros das portas e janelas vem desde o período de construção. A transferência da propriedade, pelos herdeiros do Barão de Jaguari e Antonio José Gonçalves Chaves, está associada a trágica extinção da descendência de Domingos Antiquera. Sua bisneta, de nome Maria, por ter contrariado os amores do filho, Vicentinho, com uma mulatinha escrava, veio a falecer solitária na fazenda. Conta-se que, ao retornar de um passeio a cavalo, o rapaz, de 23 anos, encontra a escrava morta no pátio da casa e, desesperado, atira-se ao arroio, afogando-se.

 

Os herdeiros legais, sobrinhos de Maria, venderam então as terras á família que até hoje detém a propriedade, pois a filha do comprador, Antonio José Gonçalves Chaves, vem a casar-se com o médico Edmond Berchon des Essarts. Quarenta anos depois, o Dr. Edmond Berchon, comprou as terras dos outros herdeiros, e refez a sesmaria, nela incluindo a Estância da Gruta. Isso foi em 1888, ano o qual foi marcado pela abolição da escravatura e logo após, no ano seguinte, a Proclamação da República.

 

O ano de 1915, em plena 1ª Guerra Mundial, constitui-se numa data marcante na história da Estância da Gruta. Foi nesta data a qual se deu a origem do nosso gado Devon, quando o Dr. Friesh, um zootecnista inglês, dono da Estância Lorena no Uruguai, vendeu todo o seu rebanho para o Dr. Edmundo Berchon des Essarts e seu grande amigo Dr. Francisco de Assis Brasil, que além de ter sido diplomata e embaixador do Brasil na Inglaterra, era homem de muita vivência no campo. Lá percebeu, que as pastagens e as condições climáticas do condado de Devon, eram muito semelhantes às nossas. Enfim, a raça Devon demonstrou sua perfeita adaptação aqui, no pampa gaúcho. Daí, a preferência pelo gado Devon, que o Dr. Berchon passou a importar o que de melhor havia de touros e vacas Devon na Inglaterra.

 

A Estância da Gruta, até em torno de uma década e meia atrás, detinha o maior rebanho da raça pura no mundo. No seu mais recente planejamento, desde 1993, a Gruta implantou um sistema de franquia para produção do Composto Montana, uma nova raça, baseada em um sistema genético sério e de princípios comprovados, economicamente lucrativos. E também, o cultivo de arroz, constitui mais uma atividade que empreende a atual dona da propriedade e bisneta do Dr. Edmundo Berchon, a Engenheira Agrônoma, Anna Luiza Sampaio.

 

A Estância da Gruta permanece a mais de 150 anos um grande estabelecimento agro-pastoril, agora na sua sexta geração, fiel as suas origens e a tradição associada à tecnologia.

Sobre nós

 

"Eu, o Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil, vos envio muito saudar. Attendendo aos serviços que prestastes a este Império e Querendo hum testemunho da Minha Imperial consideração: Hei por bem Nomear-vos Cavalleiro da Ordem de Christo. E Nosso Senhor Tenha em Sua Santa Guarda. Escripto no Palácio do Rio de Janeiro, em dezessete de Novembro de mil oitocentos e sessenta e nove, quadragésimo oitavo da Independência do Império.

Palácio de São Cristovão.

Para Edmond Berchon Des Essarts. Subdito de Sua Majestade o Imperador dos Franceses."

 

Estância da Gruta

© 2019 por Estância da Gruta. Desenvolvido e Gerenciado por Felipe R. Vinhas.Fone: (53)3279-7697 - Email: estanciadagruta@terra.com.br