PADRÃO RACIAL DO PÔNEI BRASILEIRO 

INTRODUÇÃO


O Pônei Brasileiro é um cavalo destinado à iniciação de crianças na equitação podendo ser usado também em tração leve. É um eqüino eumétrico, ágil, de bom temperamento para o serviço, dócil, com proporções equilibradas entre a altura da cernelha e o comprimento do corpo. Frente altiva e leve, bem aprumado e com angulações de membros que favoreçam uma boa liberdade de movimentos ao passo, ao trote e ao galope. 

1-APARÊNCIA GERAL - PORTE 

 

1.Pequeno:

Altura máxima aos 36 meses para Machos: 1,00 m 
Altura máxima aos 36 meses para Fêmeas: 1,10 m 
Altura ideal para raça: 0,90 m 

 

2. Forma:

Estrutura e musculatura fortes e proporcionais. 


3. Qualidade:

Ossos secos e fortes, tendões e articulações secos e bem definidos. 
 

4. Temperamento:

Ativo e dócil. 
 

5. Pelagem:

Todas as pelagens e suas variedades. 

II - CABEÇA 

1. Forma:

Triangular


2. Orelhas:

Pequenas, móveis, paralelas, bem implantadas e dirigidas para o alto. 
 

3. Fronte:

Ampla e plana. 
 

4. Perfil:

Retilíneo ou levemente côncavilíneo no chanfro, sem preferência por um ou outro.
 

5. Ganachas:

Bem definidas e afastadas. 
 

6. Olhos:

Vivos, afastados e expressivos. 
 

7. Narinas:

Delicadas, amplas e flexíveis. 
 

8. Boca:

Com lábios justapostos, firmes e flexíveis. 

III - PESCOÇO 

De comprimento e musculatura proporcionais, mostrando leveza, preferencialmente rodado, de inserção bem definida, sendo a do tronco no terço superior do peito. Crinas fartas e sedosas. 

IV - TRONCO 

1. Cernelha:

Definida e bem musculada, proporcionando boa direção à borda dorsal do pescoço, preferencialmente de altura igual ou superior à da garupa. 
 

2. Peito:

Profundo, largo e musculoso. 
 

3. Tórax:

Com costelas longas e arqueadas, proporcionando boa amplitude e profundidade torácicas equivalendo à distância do esterno ao solo. 
 

4. Dorso:

Curto e reto. 
 

5. Lombo:

Curto, reto e de musculatura forte. 
 

6. Ancas:

Simétricas, afastadas, proporcionais e musculadas. 
 

7. Garupa:

Proporcional, de forma arredondada, musculatura forte, harmoniosamente ligada ao lombo. 
 

8. Cauda:

Harmoniosamente bem implantada com cerdas sedosas e abundantes. 
 

9. Órgãos Genitais:

De aparência perfeita. 

V - MEMBROS 

1. Espáduas:

Longas, oblíquas e musculadas. 
 

2. Braços:

Proporcionais, oblíquos e musculosos. 
 

3. Antebraços:

De comprimento médio e musculatura bem definida. 
 

4. Joelhos:

Largos, bem suportados e na mesma vertical do antebraço. 
 

5. Coxas:

Musculosas e bem articuladas. 
 

6. Pernas:

De comprimento médio e musculatura bem definida. 
 

7. Jarretes:

Secos, lisos, firmes e bem aprumados. 
 

8. Canelas:

Curtas, secas e bem aprumadas, com tendões fortes e definidos. 
 

9. Boletos:

Arredondados, definidos e bem articulados. 
 

10. Quartelas:

Proporcionais, oblíquas e fortes. 
 

11. Cascos:

Arredondados, sólidos, íntegros, com sola côncava e ranilha elástica. 

VI - ANDAMENTO 

Trote bem articulado, em todas as suas modalidades, de preferência o de ação reta, regular, firme, com reações suaves e admitindo-se a marcha. 

VII - DESCLASSIFICAÇÕES 

1. Pele:

Albinóide (gázeo). 
 

2. Olhos:

Deficiência de pigmentação da íris (albinoidismo). 
 

3. Temperamento:

Vícios e taras considerados graves e transmissíveis. 
 

4. Orelhas:

Mal implantadas (acabanadas). 
 

5. Perfil:

Convexilíneo. 
 

6. Boca:

Relaxamento das comissuras labiais (belfo). 
 

Arcadas dentárias assimétricas.

 

Prognatismo Superior:

Acima de 1/2 mesa dentária.Prognatismo Inferior: Em qualquer grau. 
 

7. Pescoço:

Cangado ou invertido. 
 

8. Dorso-lombo: 
- Concavilíneo (lordose ou selado) 
- Convexilíneo (cifose ou dorso de carpa) 
- Desvio lateral da coluna vertebral (escoliose). 

 

9. Garupa:

De altura superior a da cernelha, acima de 02 cm (menso). 
 

10. Membros:

Taras ósseas congênitas, hereditárias e defeitos graves de aprumos. 
 

11. Sistema genital: 
- Criptorquidismo uni ou bilateral (roncolho). 
- Anorquidismo (ausência de testículos). 
- Assimetria acentuada dos testículos. 
- Anomalias congênitas do sistema genital das fêmeas. 

 

12. Andamento: Andadura. 
(Aprovado pelo Conselho Deliberativo Técnico em reunião do dia 12/04/2004,

conforme previsto no Regulamento do Registro Genealógico). 

Estância da Gruta

© 2019 por Estância da Gruta. Desenvolvido e Gerenciado por Felipe R. Vinhas.Fone: (53)3279-7697 - Email: estanciadagruta@terra.com.br